Tacaratu.net

Segunda-Feira, 26 de Junho de 2017
Rádio Perfil FM


Jorge Dyantonino

Jorge Dyantonino

Poesias, Crônicas, Prosas e Cordeis


09/02/2010

Os Homens Eternos

Diz a ciência que o homem é mortal
E que sua vida tem um processo finito
Que a carne morre certamente eu acredito
Mas sua arte
Essa sim não tem final
 
Este ser dentro do ciclo natural
Torna-se eterno por sua jornada de glórias
 Pelos seus passos que são dados vida afora
Pela coragem que em seu rosto demonstrou
 
O ser perene estabelece seu valor
Mesmo nas suas lutas
Nas derrotas e vitórias
Na rica herança que fundamenta a história
Ou no exemplo que deixou onde passou
 
O pensamento imortaliza o pensador
A descoberta imortaliza o cientista
 A voz  plangente imortaliza o cantador
E o repente enaltece o repentista
 
O pintor com seu talento externiza
Seu pensamento em abstrata beleza
O escultor no cume da sua grandeza
Em sua arte desta forma também faz
 
Já o excêntrico na sua raiva voraz
Incendeia Roma
Lança bomba em Hiroshima
Condena irmãos a viver a triste sina
De perecer num campo de concentração
 
Na insanidade esmagar homens em vão
Tentando então criar um mundo à sua vontade
Torna-se tolo e terno  por sua crueldade
  
Mas mesmo assim morte é inevitável
Àqueles que nada mais plantam pela vida
Que se vegetam sem odor ou sem fragrância
Que se contentam em viver sem esperanças
E se escondem por trás das suas vaidades
 
Dentro de nós existe "Arte da Bondade"
E o Deus de luz na inspiração se faz morada
Quem não provar desta abastança abençoada
Aos poucos morre sem saber que aqui passou
 
Busqueis os sonhos com honradez valor
Fazeis da vida um palco para a grande festa
Como um poeta que imortaliza o amor
Ou como o amor que imortaliza o poeta.
 
 

(JORGE DYANTONINO





Todos os diretos reservados
Direção: José Manoel do Nascimento
Contato: (75) 3281.3004 / (75) 8801.3000