Tacaratu.net

Segunda-Feira, 26 de Junho de 2017
Rádio Perfil FM


Jorge Dyantonino

Jorge Dyantonino

Poesias, Crônicas, Prosas e Cordeis


09/03/2010

É preciso ser muito homem para reconhecer o verdadeiro valor de uma mulher

Encanta-me a força que se veste da fragilidade e da beleza de um corpo feminino, mas me fascinam mais ainda o senso de cuidado, a organização detalhista e o misto de sentimentos que o seu cérebro dissemina. O que poderia dizer da alma da mulher?
Que apologias mais justas poderia eu fazer a estas guerreiras, que guardam no ventre o grão da vida e no cérebro a semente valiosa do carinho e da proteção? Que palavras poderiam expressar a "força" que se veste de salto alto, o batom que adoça a alma e a criticidade racional que deveria fazer parte de todas as decisões sociais desde os primórdios da humanidade?
Que dizer então das mães heroínas, das tantas marias que povoam os sertões, que são exemplos de consciência, amor, força e perseverança?
E o que dizer mais ainda daquelas mulheres que lutaram por condições iguais, que fizeram manifestos e que deram a vida para que este dia de hoje fizesse parte da História da Humanidade?
É, não dá para contestar! Qualquer palavra ou menção que se possa fazer ainda é muito pouca para expressar a grandeza da alma de uma mulher.
A sociedade está caminhando para tempos diferentes, mas infelizmente a cultura machista ainda está enraizada em seus valores. Lamentavelmente ainda se vê inúmeras injustiças acontecerem na sociedade e isso ocorre principalmente porque nós, homens, não somos educados desde a infância para aprender a compreender as mulheres e saber conviver com as diferenças.
Competência é um elemento humano que perpassa as barreiras do gênero sexual, as vezes olho para o passado e me pergunto o quanto a humanidade não teria evoluído se homens e mulheres tivessem sido tratados desde a antiguidade com princípio de equidade? Infelizmente ninguém pode mudar o passado, mas o futuro está em nossas mãos e este nós podemos fazer diferente.
Por este motivo quero, nesta data especial, parabenizar a todas as mulheres do mundo e pedir perdão em nome de todos os colegas de "gênero", do passado e do presente, que não souberam reconhecer suas imensuráveis qualidades.
E sei que não é fácil para muitos externar tais sentimentos, pois é preciso ser muito homem, para reconhecer o verdadeiro valor de uma mulher!

Jorge Dyantonino.                                          
Tacaratu, 08 de março de 2010.


Últimas

1 até 10 de 16   Próximo »   Último »



Todos os diretos reservados
Direção: José Manoel do Nascimento
Contato: (75) 3281.3004 / (75) 8801.3000